COMPARTILHE

Nosso Blog

COMPARTILHE
Nosso Blog

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter

Em julho de 1957, o Presidente Juscelino Kubitschek aprovou a concessão de outorga de canal de televisão para o Grupo Globo, do Rio de Janeiro. O Conselho Nacional de Telecomunicações publicou em seguida o decreto que concedeu o canal 4 – Rio, à TV Globo Ltda. Mas oficialmente, a TV Globo nasceu dia 26 de abril de 1965 com a transmissão do infantil: Uni Duni Tê. Também estavam na programação a série Capitão Furacão e o Telejornal Tele Globo. Em 1962, o Grupo Globo havia feito uma parceria com a empresa americana Time-Life, que aportaria 6 milhões de dólares para a compra de equipamentos e infraestrutura de produção audiovisual. Em troca, a Time-Life teria direito à participação de 30% nos lucros da operação. Como comparativo, a TV brasileira mais prestigiada da época, a TV Tupi, foi estruturada com capital em torno de US$ 300.000 .

Canal 4 Rio, o começo de tudo

O acordo foi considerado ilegal. A Constituição Brasileira proibia qualquer pessoa ou grupo estrangeiro de participar de empresas de comunicação no território nacional. O acordo foi investigado pela Comissão Parlamentar no Congresso, em 1967. Para conseguir liberar o acordo, a Time-Life não poderia interferir na gestão da TV. Mas na prática, a Time-Life influenciava muito a Globo: Joseph Wallach, ex-diretor da companhia na Califórnia, era o diretor executivo da Globo.  Os primeiros oito meses foram um fracasso, o que levou à contratação de Walter Clark para assumir a direção geral da emissora. Clark foi um dos grandes responsáveis pelo sucesso da Globo. Em 1966, o Rio de Janeiro sofreu uma grande inundação. Mais de cem pessoas morreram e cerca de vinte mil ficaram desabrigadas. A cobertura da tragédia foi um marco da emissora e uma imensa demonstração de solidariedade, ao centralizar as doações em seus estúdios.

Walter Clark era o “cara”

Em 1966, a TV Globo chegou ao Estado de São Paulo com a aquisição do canal 5 onde, desde 1952, funcionava a TV Paulista das Organizações Victor Costa. Em 1968, foi inaugurada a terceira emissora, em Belo Horizonte, Juiz de Fora e Conselheiro Lafaiete. O Ceará entrava no ar, com a TV Verdes Mares de Fortaleza, em 1970. Já em 1972, foi inaugurada a Globo Recife, de Pernambuco.  Em busca da audiência da classe popular, a Globo lançou programas como Dercy EspetacularO Homem do Sapato Brancoa Discoteca do Chacrinha e ainda tinha Silvio Santos aos domingos, por décadas o líder absoluto de audiência até 1976, quando Silvio deixou a Globo Em 1975, Silvio venceu a concorrência pública pelo canal 11 VHF – Rio de Janeiro e pôde finalmente, inaugurar a sua TVS.

Programa Dercy Espetacular
Programa Sílvio Santos

Com o crescimento da sua audiência, começava chegar à Globo o prestígio do grande elenco de artistas como: Regina Duarte, Francisco Cuoco, Jô Soares e outros que foram se integrando ao cast da emissora carioca. Na mesma época, o governo de Costa e Silva criou o Ministério das Comunicações, priorizando o desenvolvimento do setor e concedendo subsídios para a compra de aparelhos de TV.  Outro impulso importante, foi o decreto do Ministro Delfim Neto isentando empresas de rádio e televisão de impostos de importação sobre equipamentos de radiodifusão que permitiu à Globo uma reorganização em seus estúdios. Com o advento do videoteipe, a produção de programas locais foi se tornando escassa. Como a maior parte da programação vinha do Rio de Janeiro e de São Paulo, as emissoras passaram a formas as Redes Nacionais.

Jô Soares no inicio da carreira

O conceito de REDE só ocorreu mesmo em 1969, quando entrou no ar o Jornal Nacional, primeiro telejornal apresentado em rede nacional. O primeiro programa foi apresentado por Hilton Gomes e Cid Moreira. Em 1970, a Globo transmitiria pela primeira vez a Copa do Mundo de Futebol, no México. Grande parte das inovações da época, foram implementadas a partir da contratação dos profissionais absorvidos da TV Excelsior, cassada pelo Governo Militar.   Em 1971, entrou no ar a Globo Brasília. No mesmo dia estreou o Jornal Hoje. Em abril de 1972,  a Globo participaria juntamente com um pool de emissoras, da 1ª transmissão nacional e oficial de TV em cores no Brasil, junto com Tupi, Record e Bandeirantes. A programação era da abertura da Festa da Uva, em Caxias do Sul. Foi um marco na história da TV brasileira que mudaria para sempre as demandas e possibilidades da produção artística.

Cid Morereira e Sérgio Chapelin, na bancada do Jornal Nacional

No mesmo dia, a Globo exibiu o especial “Meu Primeiro Baile“, primeiro programa da televisão brasileira inteiramente gravado em cores. No mesmo ano, a Globo transmitiu as Olimpíadas de Munique, primeira olimpíada transmitida ao vivo no Brasil. Já em 1973, o “Globo Repórter” entrava no ar com reportagens de grande interesse popular, e estrearia também o Fantástico, revista semanal eletrônica das noites de domingo, ainda no ar.  Em 1974 a Globo iniciou as coberturas jornalísticas internacionais: Sandra Passarinho foi à Espanha e depois Lisboa,  para cobrir a Revolução dos Cravos. Em 1975 é implantado o conceito de : Rede de Televisão”, devido ao sucesso da programação nacional. Em 1977,  a programação passa a ser totalmente em cores. Em 1982, a Globo introduz o satélite em suas transmissões . A programação nacional passa a ser exibida simultaneamente por emissoras e afiliadas.

Sandra Passarinho, a primeira correspondente internacional 

Em 1975 a ditadura militar proibiu a Globo de exibir a novela Roque Santeirocom 34 capítulos gravados, e teve que reprisar a novela Selva de Pedra. Em 1985, com o fim da ditadura, da censura e os novos ares de abertura política e social com o governo civil, Roque Santeiro voltou a ser gravada e exibida com sucesso estrondoso de público e audiência. E foi partir de 1976, que a Globo começou a construir o chamado: “Padrão Globo de Qualidade”.

O horário nobre apresentava duas novelas de temática leve, intercaladas por telejornais sintéticos e uma telenovela de produção nobre, a “novela das oito”. A partir das 22h, entrava a linha de shows, filmes ou “Globo Repórter“, com regularidade de horário e programação. Este padrão foi utilizado por décadas como “grade fixa”, tanto na vertical como na horizontal, orquestrado por Walter Clark e Boni, ainda nos tempos da Excelsior.

A grade fixa é utilizada pela Globo ainda até hoje, mas agora ela é mais quebrada quando de eventos, shows, minisséries e/ou atrações como Big Brother Brasil. O tal “padrão” seria decisivo para a conquista da liderança de audiência. No final da década de 1970, as emissoras independentes e a Rede Tupi estavam em dificuldade por falta de recursos e estratégia, a Bandeirantes ainda era incipiente; o que reservou à Globo, a alternativa de qualidade para o telespectador.

José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni

Em 1977, a Globo foi forçada pelo Governo Federal a não exibir a novela Despedida de Casado, que foi substituída por outra novela. Em 1980, nos quinze anos da emissora estrearam novos programas como Globo RuralTV MulherVale a Pena Ver de Novo e o Sexta Super. No mesmo ano a Rede Tupi de Televisão fechou suas portas e boa parte dos profissionais tomaram o rumo da Globo. O ano de 1981, foi marcado por uma das piores secas já vistas no Nordeste. A Globo promoveu uma maratona de doze horas de programação para arrecadar mantimentos e ajuda aos necessitados, com a campanha Nordeste Urgente. As cifras finais indicaram quase Cr$ 5 bilhões , e mais de cinco mil toneladas de alimentos doadas pelos telespectadores beneficiando mais de sete milhões de pessoas.

Os Trapalhôes no Criança Esperança

Em 1986, estrearia a campanha Criança Esperança, dedicada à Declaração Universal dos Direitos da Criança, dentro do especial que comemorava os 20 anos do programa Os Trapalhões, com o apoio da UNICEF, entre 1986 e 2003, e desde 2004, com a UNESCO. Em 1988 iria ao ar a novela Vale Tudo,  grande sucesso de audiência.  Em 1989, começava o Domingão do Faustão, comandado por Fausto Silva por mais de 30 anos.  Em abril de 1993, a Globo estrearia o primeiro telejornal da emissora totalmente produzido em São Paulo, o Jornal da Globo, apresentado por Lillian Witte Fibe.

Em 1995, a novela A Próxima Vítima alcançou altos índices de audiência. No mesmo ano, o canal Top Sports da Globosat tem seu nome alterado para Sport TV. Sai de Baixo, um humorístico semi teatral passou a alegrar os finais dos domingos.  A década de 2000, foi marcada por comemorações importantes como os 50 anos da televisão brasileira. No ano 2000, a Globo lançava dois programas de auditório: O Caldeirão do Hulk e o Altas Horas . Em outubro de 2001, começava a trama O Clone, um dos maiores sucessos de telenovela da  emissora

Em agosto de 2003, morre o jornalista Roberto Marinho, fundador da Rede Globo. Em 2009, a novela Caminho das Índias ganha o prêmio do Emmy Internacional de melhor novela. Nos anos 2010, a Globo completou 50 anos de atividades na televisão brasileira. Em janeiro de 2011, um helicóptero da emissora é atingido por tiros de fuzil durante uma reportagem sobre operação policial no Morro da Mineira-Rio de Janeiro. O Jornal Hoje, completava 40 anos no ar. Em 2012, começava a saga da novela Avenida Brasil,  um grande sucesso da Globo.

Novela de maior audiência de todos os tempos

O início da reestruturação 

Em 2018, o Grupo Globo anuncia o Programa de Reorganização Administrativa: UmaSóGlobo, promovendo a centralização da TV Globo, Canais Globo, Globo.com, Globoplay e a Diretoria de Gestão Corporativa(DGCorp), em um único núcleo administrativo. Paulo Daudt Marinho, que dirigia a antiga Unidade de Negócios Digitais da Globosat, se tornou o diretor dos Canais Globo. O cargo de diretor-geral foi extinto. Carlos Henrique Schroder que ocupava a função desde 2013, passou a dirigir a Criação e Produção de Conteúdo, englobando Entretenimento, Esporte e Jornalismo e as emissoras co-irmãs. 
O diretor dos Canais Globo, Paulo Daudt Marinho
Por conta da Pandemia, em 2020 foram interrompidas as produções de programas de auditório, gravação de novelas e séries, além dos humorísticos que contribuíram para o fechamento dos estúdios. A Globo passou a exibir reprises de programas, novelas e especiais, retornando entre os meses de julho e agosto com plateia virtual. Algumas novelas ganharam uma segunda parte, voltando só em 2021. O jornalismo passou a ser o carro chefe da emissora. Como parte da política de reestruturação, grande parte do seu casting, incluindo atores de longa data, começaram a ser desligados da companhia.
 
Prêmio Emmy Internacional em 2015 

A Globo também teria um processo contra a FIFA pela suspensão do pagamento de parcela de US$90 milhões, referentes à Copa do Mundo de 2022. Mas, em 2021, o processo foi arquivado após um acordo entre as partes. Com isso, os direitos da Copa do Mundo do Catar seguem mantidos. A emissora também renunciou aos direitos de exclusividade de transmissão da Copa de 2022 pelas plataformas digitais. A renúncia ocorreu depois de tentativas de redução do valor do acordo para os meios digitais. No entanto, se manteve a cobertura do evento nos canais da TV aberta e por assinatura.

Devido à crise financeira potencializada pela Pandemia, a Globo manifestou o interesse em rescindir o contrato com a CONMEBOL, entidade responsável pela realização da Copa Libertadores da América. A emissora alegou que a situação foi agravada pelo aumento no valor do contrato em quase R$ 100 milhões por ano e as duas partes entraram em um impasse.  Em 3 de novembro, a quatorze dias do lançamento oficial do aplicativo de streaming Disney+, no Brasil, a Globo divulgou a nova parceria do Grupo Disney com o Globoplay. Para divulgar a parceria, a Globo exibiu os dois primeiros episódios de The Mandalorian.

Ricardo Waddington também anunciou sua saída da direção de criação e produção de conteúdo. O executivo que já tinha sido diretor geral da Globo, de 2013 a 2019, passou a comandar a área de entretenimento. As novas mudanças e as dispensas foram realizadas principalmente no jornalismo, com a saída da diretora Cristina Piasentini, que deixou a direção após doze anos. Tambem seguiram as dispensas dos artistas que findaram seus contratos. Em 2021 , é comunicada a saída de Fausto Silva depois de 32 anos à frente do Domingão do Faustão. A marca Domingão deixou de ser utilizada.

Luciano Hulk assume as tardes de domingo. Devido à pandemia de COVID-19, a Globo afastou das gravações os atores com mais de 69 anos. Algumas novelas foram suspensas e outras reprisadas de forma condensada e, em seguida, retomaram o script normal.  A Globo avançou no projeto UmaSóGlobo, dando início às mudanças nas mídias sociais com o nome TV Globo. Em 1° de abril, foi anunciada a venda definitiva da Som Livre para a Sony Music. Os valores foram estimados em R$ 1,4 bilhão. A emissora passou a disponibilizar suas trilhas sonoras de novelas e séries, além de podcasts e músicas usadas no realitys musicais, no aplicativo Deezer, e também em pacote exclusivo Globoplay.

Faustão mais de 30 anos de Globo 
A presidência do Conselho de Administração, que era ocupada por Roberto Irineu Marinho, foi renovada com a aprovação para a presidência do Conselho, do seu irmão João Roberto Marinho, e Roberto Irineu passou a ser vice-presidente do grupo, junto com o irmão mais novo, José Roberto Marinho. Em 27 de maio, foram adquiridos os direitos dos jogos das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. O canal detinha os direitos para jogos da Seleção Brasileira e Argentina como mandante. A aquisição do pacote foi visto como um contra-ataque, já que a emissora perdeu as licitações dos direitos de transmissão da Liga dos Campeões da Europa e Copa América de 2021 para o SBT. A audiência geral da Globo no mês de junho foi a pior em toda a história da emissora, 11,3 pontos, terceiro mês consecutivo em queda.
 
 
A emissora encerraria 2021 com importantes medidas para redução de gastos, demitindo atores, autores e jornalistas. Também vendeu ativos, como um edifício comercial no Rio de Janeiro e torres de transmissão. Vendeu  ainda a sede da Globo em São Paulo por R$ 522 milhões, ao fundo de investimentos Vinci Partners mas continua usando o local para suas operações, com exclusividade de quinze anos. A Globo venceu a licitação da Diez Media, que negocia os direitos de transmissão do futebol sul-americano, marcando o fim do imbróglio com a CONMEBOL, e voltando a cobrir a Copa Libertadores da América, até 2026. Em parceria com a Disney adquiriu ainda os direitos de transmissão da Liga das Nações da UEFA, até junho de 2026, com cobertura em suas mídias por assinatura (SporTV) e streaming(Globoplay).
 

Mas pela TV aberta, a Globo só vai cobrir as semifinais e a final. Além dos jogos da Liga UEFA, o contrato também abrange a exibição das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2026, a partir de 2025; também contempla os direitos de exibição das eliminatórias da Eurocopa de 2024, que começam em 2023. Assim como o anterior, o contrato é válido até 2026. Um modus operandi histórico, foi quebrado depois de 50 anos. Grandes medalhões da casa anunciaram recentemente as suas saídas da emissora. Em 9 de junho a emissora anunciou a extinção do “contrato de exclusividade”. Essa era a forma que a Globo utilizava para ter um grande elenco à sua disposição. Esse processo já está em curso com os atores já liberados “sem contrato”, e avançará  até 2025, quando Globo terá 100% dos atores em acordos de “contrato por obra”.
 

Na reunião de esclarecimento com os artistas, o diretor de Entretenimento Ricardo Waddington fez questão de expor que essa mudança libera o “passe” para que todos se planejem para contemplar possíveis convites recebidos para trabalhos em outras companhias e ou plataformas. A quebra da regra de exclusividade, evita ainda que profissionais gabaritados fiquem “presos em contratos de longos períodos, fora do ar”. Da mesma forma, os atores ficam totalmente liberados para outras atividades em emissoras e ou outras mídias recém chegadas ao Brasil.

Família Marinho 

A mudança de postura da Globo , ainda que tenha muito sentido pelos argumentos apresentados, quebra também uma suposta “regra” existente “em off”. Historicamente,  a Globo congelava artistas que saíssem da Globo para fazer trabalhos em concorrentes, ainda que por um período curto. Muitos artistas jamais retornaram ao Jardim Botânico. A Globo foi a última emissora que segurava seus pupilos com contratos de longa data, incluindo restrição de aparições em outras emissoras.

Vera Fischer, Renato Aragão, Zeca Camargo, Miguel Falabella, Malvino Salvador e outros são apenas alguns dos muitos artistas que, desde 2020, vêm deixando de fazer parte do casting da Globo, por não renovação do contrato. “A causa oficial apresentada pela emissora é a necessidade de enxugar custos decorrentes da fusão de várias unidades e da adequação à nova realidade do mercado audiovisual no Brasil”, explica o crítico de TV Maurício Stycer.

O projeto UmaSóGlobo propõe, entre outras medidas, a unificação da TV Globo, Globosat, Globo.com e Globoplay em uma única empresa denominada Globo. Tal mudança afeta, principalmente, a forma de contratação do grupo. ”A nova regra da casa é essa: acabar com todos os contratos de exclusividade e não adianta discutir. Só serão mantidos os profissionais que, no momento, estão no ar. O resto está em compasso de espera”, afirmou Vera Fischer.

Os Marinho, inaugurando equipamento cultural da Rede Globo, no Rio de Janeiro

O grupo Globo é um dos maiores produtores de novelas do mundo, sendo o responsável pela criação de mais de 300 folhetins, 87 minisséries e 96 seriados. Produções como O Clone (2001), Caminho das Índias (2009), Gabriela (2012) e Avenida Brasil (2012) obtiveram sucesso de público não apenas no Brasil, mas também no exterior, quando a emissora passou a explorar outros mercados além do nacional. “O novo modelo de contratação deverá ser a regra, ainda que toda regra tem exceção”.

“Estas demissões não afetarão significativamente a produção. A emissora continuará contratando profissionais por obra, inclusive alguns que não tiveram seus contratos renovados recentemente. José de Abreu disse em entrevista que foi chamado para fazer duas novelas no futuro”, afirma Stycer. Mesmo assim, ele foi demitido depois de 40 anos de casa. O projeto UmaSóGlobo foi anunciado em 2018, quando alguns nomes começaram a ser desligados. Nos últimos meses, o processo se intensificou.

Vênus Platinada 

O apelido surgiu em 76, quando funcionários da Globo trocaram de sede após um incêndio na antiga sede. A faixada do prédio foi pintada de prata, a pedido de Hans Donner e o apelido acabou pegando.

 
A referência
 
 

Globosat Play vira “Canais Globo” e aumenta integração com o grupo 

O serviço de canais fechados por streaming está de cara nova. O Globosat Play agora se chama “Canais Globo”, tanto no aplicativo para dispositivos móveis quanto na web. O novo nome reforça o conceito de “UmaSóGlobo”, a fim de integrar suas mídias. O TudoCelular descobriu a mudança por meio de uma atualização na Google Play Store, que informava a novidade. Também há uma mensagem com o comunicado da mudança quando a plataforma é acessada pelo PC, como você pode conferir abaixo:
 
 
A novidade chegou após o Globoplay anunciar novo pacote com os mesmos canais presentes no antigo Globosat Play. No entanto, este último, “Canais Globo” continuará abrigando as emissoras com acesso por meio de login nas operadoras de TV por assinatura. Ao todo, o serviço conta com os seguintes acessos: Canal Off, SporTV, SporTV 2, SporTV 3, GloboNews, GNT, Multishow, Viva, Mais Globosat, Gloob, Gloobinho, BIS, Canal Brasil, Universal TV, Studio Universal, Megapix, Syte Fy e Futura, além dos canais premium Combate e Premiere.
 

A Campanha da nova identidade visual

 

Antes restritas ao espaço interno, as cores se expandiram para a tela na nova marca. A campanha de fim de ano 2021, apresentou aos espectadores a nova identidade visual. . A partir de agora, a marca ganha cores mais fortes, que transbordam da esfera para toda a tela. A proposta é mostrar ao espectador que não há limites entre marca e conteúdo.

A apresentação do novo on-air aconteceu junto ao lançamento da mensagem de fim de ano, que tem como tema os reencontros e a celebração, sobretudo na pandemia. Manuel Falcão, diretor de marca e comunicação, explica que: a Globo quis falar de reencontro com otimismo e positividade, retratando os talentos voltando à rotina e aos estúdios, em clima de confraternização.

A campanha destacou os atores, atrizes, apresentadores, jornalistas e outros profissionais da casa se encontrando nos estúdios e corredores da Globo. O filme é uma co-produção entre as áreas Marca & Comunicação da Globo, Estúdios Globo, Tecnologia Globo e a produtora PBA Cinema. A direção de cena ficou sob responsabilidade de Livia Gama.

Em outubro deste ano, a Globo também lançou uma campanha institucional para apresentar ao mercado publicitário a nova empresa resultante da fusão da TV Globo, Globosat, Globoplay e Globo.com.

Com o conceito “Do Plim ao Play”, a mensagem publicitária destacou o caráter multiplataforma do grupo e destacou como os programas, talentos e mensagens da emissora se conectam por diferentes telas. O conceito foi desenvolvido em parceria com a Accenture Interactive.

A nova paleta tem as oito cores de origem. E agora também temos uma paleta de tons. Tons que fomos buscar na natureza, no mundo real. A partir das formas que constituem o símbolo da Globo, geramos unidades de tamanho para construção do nosso grid institucional.

 

Também podemos juntá-los ou dividi-los para criarmos novas medidas. Com elas desenhamos nossos logotipos e nossas marcas para unificar a nova identidade visual, mais leve e mais próxima do que somos, do que representamos, e “da Globo que somos”, finaliza a artista.

Segundo o Grupo Globo, a nova marca vai estar em assinaturas de e-mails, nos crachás dos colaboradores, nos murais, nos comunicados, nas apresentações, nos prospectos comerciais, nos lançamentos de produtos e em todos as iniciativas que essa nova Globo quer.

 

O novo posicionamento da Globo vem ao encontro de uma emissora de TV que nasceu em um Brasil pobre de entretenimento. O papel da Globo foi imprescindível para levar diversão e alegria para milhares de lares por esse Brasil afora, em mais de 50 anos de atividade. A TV Globo é reconhecida internacionalmente e conta com 18 estatuetas do Emmy Awards, o Oscar da TV.

A Globo também acertou em Campanhas como “Nordeste Urgente”, “Criança Esperança”, parcerias com órgãos internacionais e outros projetos sociais que levaram solidariedade e amparo para milhares de brasileiros. Apoiou as “Diretas Já” e a abertura política dos anos 80. Os programas e as novelas retratados pela Globo ajudaram a criar a mística da cultura popular brasileira.

A história da Globo desde o “Uni Duni Tê” até o “Pantanal” é a saga de uma companhia vitoriosa em qualidade e audiência. A novela “Avenida Brasil” já foi exibida em mais de 147 países”. O novo conceito “Do Plim ao Play”, passa a mensagem da multiplataforma do grupo e destaca programas, talentos e mensagens da emissora que, a partir de agora, se conectam por diferentes telas.

Cada vez mais a audiência das plataformas será estratificada por players distintos, e em formatos e conteúdos. A Globo não estará isenta disso como qualquer outro veículo. Mas o que não podemos negar é a coragem da companhia em enfrentar seus demônios, avaliar suas virtudes e avançar em novas estratégias: no digital, no streaming e em novas parcerias, como com a The Walt Disney Company.

Tags

SHARE:
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter

6 respostas

  1. A Globo sempre fez parte da minha vida, principalmente pelo futebol e as novelas. Acredito que pelo tempo de emissora podemos considerar que faça parte da cultura brasileira.

  2. A Globo faz parte da vida das famílias brasileiras porque além de nos informar e divertir, permitiu que o Brasil fosse conhecido mundialmente, além de também influenciar na nossa cultura popular. Interessante saber também que Silvio Santos trabalhou na Globo no inicio de sua carreira, um fato que era desconhecido para mim. Ótima matéria!

  3. A Globo tem uma caracteristica unica na televisão brasileira. Boa parte da população sabe a programação quase de cor. Isso só demostra o poder de influência dos estudios. Agora estamos entrando na década do streaming de fato, vamos ver quais serão as mudanças no futuro

    1. legal Guilherme. Obrigado pelo comentário. Agora vai ser uma sopa de opções. TV aberta, canais por assinatura, streaming e as novas parcerias estão bem sortidas. Amazon Prime transmitindo futebol, Bandeirantes na F1 e a Globo volta com Conmebol, Copa do Catar e a parceria com a Disney.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

(13) 3288-1886

contato@veyoung.com.br

Rua Amador Bueno, 333
Conjunto 1616

Centro
Santos – SP

V&Young Propaganda LTDA 2000-2022 © Todos os direitos reservados